IEFP vai ministrar curso de pescado para 100 jovens de São Tomé e Príncipe

O IEFP vai ministrar a partir do próximo dia 16 de setembro uma ação de formação no setor do pescado a 100 jovens de São Tomé e Príncipe . o acordo que dita esta parceria foi assinado hoje entre o IEFP e o Projeto de Apoio ao Setor da Formação Profissional nos PALOP e  Timor Leste e é financiado pela União Europeia em 69.000 euros.

 

Apoiar o desenvolvimento socioeconómico, combater a pobreza e dotar os jovens desempregados de São Tomé e Príncipe de competências sobre como manusear e conservar os peixes e mariscos são os principais objetivos desta primeira ação de formação ministrada pelo IEFP, Instituto de Emprego e Formação Profissional fora de Cabo Verde. O protocolo que dita esta parceria foi assinado hoje, privilegiando assim a formação de jovens de 7 distritos daquele país.


Segundo Olavo Correia, Gestor do Programa de Apoio ao Setor da Formação Profissional dos PALOP e São Tomé e Príncipe, esta é um oportunidade do IEFP preparar a sua internacionalização e acredita que esta oportunidade deve ser aproveitada pelo Instituto “para criar mais parcerias e poder assegurar a sua internacionalização”.


Para o Presidente do Conselho Administrativo do IEFP, Vargas Melo, é com muita satisfação que o IEFP acompanhou o projeto deste a  sua fase inicial, um projeto que serviu também para a “disseminação de experiências do IEFP para com os outros países do PALOP e Timor Leste”.


De realçar que o projecto  vai ser executado através do Centro de Formação em Transformação Alimentar de S. Jorge e visa apoiar o desenvolvimento socioeconómico e o combate à pobreza por via da capacitação de jovens no domínio da “Transformação, Conservação e Comercialização de Pescado” com vista à melhoria da qualidade dos produtos da pesca e à criação de oportunidades de negócios no sector.


A formação arranca no próximo dia 16 e tem a duração de cerca de dois meses e está orçada em cerca de 60 mil euros.